quinta-feira, 21 de abril de 2011

Por que cuidar da nossa saúde?

video
É óbvio que: Nossa saúde condiciona nossa qualidade de vida!

Conscientes desta afirmação, atualmente cada vez mais pessoas no mundo todo assumem uma postura ativa na hora de cuidar da saúde. Muitas delas passaram a dar mais atenção a sua nutrição e estilo de vida, combinando uma boa alimentação com exercícios físicos, descanso adequado e uma atitude mental positiva para manter uma vida saudável e produtiva.

Como manter um estilo de vida saudável?

Manter um estilo de vida saudável não é uma tarefa difícil, requer disciplina e constância o que se converte em um hábito na medida em que constatamos resultados positivos. Está em nossas mãos e a nosso alcance cumprir os objetivos para melhorar nossa saúde e qualidade de vida.
Existem diversas maneiras de cumprir esta tarefa sem grandes complicações:

• Praticar exercícios físicos.
• Dormir um tempo suficiente.
• Não fumar.
• Consumir bebidas alcoólicas com moderação.
• Controlar o estresse.
• Fortalecer nossa auto-estima.
• Ter boas relações interpessoais.
• Pensar de forma positiva e otimista, dando um sentido à vida.
• Manter uma alimentação completa e balanceada.
Este último ponto é essencialmente importante para nossa vida. Para manter suas funções vitais, nosso corpo precisa assimilar e processar adequadamente os nutrientes contidos nos alimentos. Neste sentido, cada pessoa precisa elaborar uma dieta que se adapte a sua idade, condições especiais e seus hábitos cotidianos.

O que é nutrição?

Freqüentemente confundimos os conceitos de alimentação e nutrição. E estes conceitos, embora estejam intimamente relacionados, são bem diferentes.
• A ALIMENTAÇÃO refere-se ao ato de comer, a forma como o indivíduo fornece ao organismo as SUBSTÂNCIAS OU ALIMENTOS necessários para sua nutrição, crescimento, manutenção e fornecimento de energia.
• A NUTRIÇÃO está relacionada com a maneira como o organismo utiliza as substâncias nutritivas ou NUTRIENTES dos alimentos para funcionar corretamente. A nutrição, enquanto ciência, tem como propósito fundamental permitir aos indivíduos uma vida mais saudável a partir do conceito de qualidade de vida.

O que são alimentos?

Os alimentos são produtos naturais ou industrializados que contêm uma combinação de substâncias nutritivas (proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, minerais, fibra e/ou água) e podem ser ingeridos ou assimilados pelo organismo para seu crescimento, desenvolvimento e a manutenção de suas funções vitais.
Existem dois TIPOS DE ALIMENTOS:
• ALIMENTOS IN NATURA, como por exemplo: leite, ovo, carne, frutas e verduras.
• ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS, como por exemplo: bolachas, leite em pó, produtos enlatados, frios (presunto, mortadela, lingüiça, etc.), entre outros.

O que são nutrientes?

Os nutrientes são as substâncias nutritivas contidas nos alimentos, as quais são necessárias ao correto funcionamento do organismo.
Classificam-se em dois grupos:
• MACRONUTRIENTES: são os elementos nutritivos presentes nos alimentos em grandes quantidades (g, l). Incluem proteínas, carboidratos, gorduras e água.
• MICRONUTRIENTES: estão presentes nos alimentos em pequenas quantidades (mg, μg). Incluem
vitaminas, minerais e outros.

Quais são os fatores que podem influenciar na qualidade da nossa nutrição?

Muitos fatores podem influenciar na qualidade da nossa nutrição. Mesmo que tenhamos o cuidado de manter uma dieta balanceada, ela não depende apenas do que comemos, mas também da forma como os alimentos são transportados, preparados, combinados e consumidos nas diferentes etapas da nossa vida.
A seguir, veremos os principais fatores que podem influir em nossa nutrição.


1. Nossos hábitos alimentares.
Há três razões que podem ocasionar uma dieta deficiente em nutrientes:
• Refeições com pouca variedade.
Em função de costumes já estabelecidos ou mesmo em nome da comodidade, muitas vezes não comemos de forma variada, ou seja, acabamos comendo sempre os mesmos alimentos.
• Baixo consumo de frutas e verduras.
O consumo insuficiente de frutas e vegetais (< 5 vezes por dia) pode ocasionar déficit de vitaminas e minerais necessários para o bom funcionamento do corpo.
• Fazer refeições pobres em vitaminas e minerais e ricas em gorduras.
Este tipo de refeição é representada pelos alimentos processados, congelados ou aqueles que podem ter sofrido alterações em seu valor nutricional por sua manipulação durante a preparação. Os hambúrgueres e pizzas são exemplos claros desta categoria de alimentos. Uma alimentação apropriada se baseia na variedade.
Com o objetivo de manter uma dieta rica e variada é fundamental selecionar alimentos dos seguintes seis grupos:
• Lácteos: leite, queijos ou iogurtes.
• Proteínas de origem animal: carne bovina, aves e peixes, ovos.
• Vegetais: espinafre, cenoura, alface, tomate e pimentão.
• Frutas: maçã, banana, laranja, uva, melão, cerejas, entre outras.
• Cereais: pão integral, cereais integrais, batatas, arroz integral, etc.
• Gordura: óleos poliinsaturados: peixes, linhaça, óleos vegetais.
O ideal é consumir:

a. 5 a 6 porções de grãos e carboidratos integrais (massa, pão, aveia, cereais, tubérculos).
b. 5 porções diárias de frutas e vegetais.

c. 2 porções de carnes, ovos, leguminosas (feijões, lentilha, soja) e lácteos.
d. 2 a 3 porções de laticínios: leite queijos, iogurtes...
e. Minimizar o consumo de açúcares simples (doces, sobremesas, sorvetes, bebidas adoçadas).
f. Minimizar o consumo de comidas com alto teor de gordura (frituras em geral).
g. Beber de 8 a 10 copos de líquido por dia, de preferência água.

2. Nossos estilos de vida.
Para garantir uma nutrição adequada, as pessoas que se identificam com alguma das situações apresentadas a seguir provavelmente terão que suplementar a alimentação:
• Mudanças na vida familiar.
O ritmo acelerado do dia-a-dia afeta a qualidade dos hábitos alimentares desenvolvidos em casa. Muitas pessoas que vivem com a família não se sentam três vezes ao dia à mesa para realizar as refeições que garantem uma dieta completa. Outras vivem sozinhas e dedicam menos tempo ao preparo de refeições balanceadas.
• Dietas.

Muitas dietas carecem das vitaminas e minerais necessários ao corpo. Quem pratica exercício físico durante a realização de dietas para emagrecer gasta mais energia e pode requerer o consumo de nutrientes adicionais.
• Fumar.
Em geral, os fumantes apresentam níveis reduzidos de carotenos e vitamina C no sangue. Este grupo de pessoas pode precisar de doses adicionais de vitaminas C, E, B12 e B6.
• Consumo de bebidas alcoólicas.
O consumo elevado de álcool pode levar a uma deficiência na quantidade de vitamina C e nas do complexo B, o que pode afetar o funcionamento do sistema nervoso e provocar a perda de minerais que levam o organismo à desidratação.
• Estresse.
Pesquisas recentes indicam que traumas psicológicos intensos podem aumentar a necessidade de ingerir nutrientes essenciais, principalmente, as vitaminas A, B, C e E.
• Pular refeições.
Este costuma ser um hábito comum entre as pessoas que têm um ritmo de vida muito agitado. Saltar as refeições reduz significativamente a quantidade de nutrientes que incorporamos, aumentando desta forma o risco de deixar o organismo debilitado.

3. Diferentes ciclos da vida.

Cada etapa tem suas exigências nutricionais específicas, as quais devem ser especialmente atendidas:
• Crianças e adolescentes
As crianças e os jovens tendem a pular as refeições. Além disso, também tendem a comer sempre a mesma coisa: apenas os alimentos de que mais gostam. É fundamental ensinar às crianças a importância de comer de forma saudável. Geralmente as crianças não comem vegetais nem carnes, por isso, incorporam pouco ferro e vitaminas à dieta. Isso gera dificuldades de concentração e aprendizagem. Esta etapa também apresenta necessidades especiais de proteínas e cálcio, entre outros nutrientes essenciais.
• Adultos
Durante esta etapa, as pessoas não se ocupam da própria alimentação. Além disso, aumentam as preocupações e o estresse. Em geral, os adultos estão sempre apressados e se alimentam mal. Tudo isso é prejudicial à nutrição e à saúde.
• Gestantes e lactantes.
Durante a gestação e a amamentação, as mulheres precisam se alimentar bem, levando em consideração aspectos importantes como: a incorporação de proteína, ferro, cálcio e ácido fólico. Para garantir uma boa saúde, tanto para os bebês quanto para as mamães, é primordial aumentar a ingestão recomendada de cálcio e ferro.
• Pessoas na terceira idade.

Nesta etapa, além da perda de apetite, as funções metabólicas também se tornam mais lentas. Neste sentido, alguns suplementos nutricionais ajudam a acelerar os processos metabólicos, o que contribui para melhorar todas as funções vitais nesta fase da vida.

4. A forma de cultivo, transporte, armazenamento e processamento dos alimentos podem afetar a qualidade dos nutrientes:
Mesmo os alimentos saudáveis podem não conter todos os nutrientes que as pessoas esperam e precisam. Muitos fatores podem afetar o valor nutritivo dos alimentos que você leva a sua mesa. Entre eles, podemos citar:
Forma de cultivo:

Muitas vezes os alimentos são cultivados em solos com baixo teor de nutrientes e tratados com excesso de agrotóxicos (agricultura tradicional), por isso apresentam baixo teor nutricional, além da contaminação que pode oferecer riscos ao organismo.
 Transporte e armazenamento.

Os alimentos muitas vezes percorrem uma longa distância entre o campo e a sua casa. Durante este processo de transporte, e com o passar do tempo, os alimentos podem perder parte de seu valor nutricional.
• Higienização e cozimento.
Muitas vitaminas solúveis em água são sensíveis ao calor. O brócolis, por exemplo, perde aproximadamente 40% do total de vitamina C durante os primeiros dez minutos de cozimento. Lavar o arroz com água antes de cozinhá-lo causa a perda de grande quantidade de vitamina B.
 Processamento.
Muitas vezes o nosso organismo acaba sofrendo com a perda de nutrientes pela conveniência de consumir alimentos processados. Em geral, os vegetais congelados contêm 50% a menos de vitamina C que os frescos. Os grãos processados podem ter até 90% a menos de vitaminas.

Por que consumir suplementos nutricionais?

Depois de analisar os diferentes fatores que podem afetar a qualidade da nutrição, já podemos perceber a importância de ingerir suplementos nutricionais.
Os suplementos nutricionais, quando utilizados de forma correta, podem ajudar a suprir as deficiências de nutrientes da dieta convencional e enriquecer consideravelmente a alimentação.
Definitivamente, consumir suplementos nutricionais pode promover uma melhora no estado de saúde e bem-estar, pois permite:
 Atender às necessidades especiais de vitaminas, minerais e outros nutrientes
 Reduzir a ocorrência de doenças causadas por uma alimentação deficiente
 Fortalecer o bom funcionamento do corpo
 Proteger o organismo da ação dos agentes tóxicos presentes no meio ambiente.
 Obter os benefícios nutricionais dos fitonutrientes presentes nas plantas.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Um estilo de vida saudável

. Evite o consumo de açucar e doces.

. Não prolongue as horas de jejum.
. Mantenha um horário regular de alimentação.
. F aça ao menos 30 minutos diários de exercício.
. Ingira muitos líquidos e no mínimo 2 litros de água ao dia.
. Evite frituras e bebidas gasosas.
. Comece suas refeições com saladas.
. Consuma de 5 a 7 porções de frutas e verduras diariamente.
. Aumente o consumo de fibras.
. Consuma suplementos de vitaminas e minerais para ter mais energia.

COMENDO FORA DE CASA
Opte por saladas sem molhos ou outros ingredientes calóricos. Evite maionese,batata frita e prefira carnes magras e legumes cozidos no vapor. Se você optar por massas, escolha espaguete com molho de tomate ou macarrão com brócolis. Nos sanduíches substitua a maionese pela mostarda ou iogurte e maionese light. Para a sobremesa escolha salada de frutas ou gelatina com fruta.

FINS DE SEMANA 
Você pode comer um pedaço de doce, sem exagerar na quantidade. Quando você vai a uma pizzaria, escolha os queijos com pouca gordura, como a ricota.

FESTAS E EVENTOS
Se você estiver indo para uma festa à noite, tente comer porções mais leves na hora do almoço. Evite ingerir bebidas alcoólicas. Prefira os alimentos assados ou grelhados aos fritos.

VONTADE DE DOCES
No verão você pode saciar a vontade de doces com uma gelatina de frutas. No inverno, banana ao forno com canela e chocolate em pó (sem açúcar) pode ser uma boa opção. As Nutribarras são excelentes opções a qualquer momento.

VIVER SAUDAVELMENTE

• CONTROLE SEU ESTRESSE

Equilibre a sua vida entre trabalho, amizades e diversão para que você consiga liberar o estresse e relaxar.

• MEXA SEU CORPO
Fixe uma meta de 30 a 60 minutos de atividade física diariamente.


• DESCANSE
Ajude seu corpo a se regenerar dormindo de 6 a 8 horas.



• MANTENHA-SE POSITIVO
Conserve um bom estado emocional resolvendo seus problemas e mantendo bons relacionamentos.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Cuidados pessoais e fragrâncias 6

POR QUE ESCOLHER AS FRAGRÂNCIAS AMWAY?

Fragrâncias adequadas e desenvolvidas de acordo com a necessidade e gosto do consumidor latino-americano.
Possui uma equipe de excelentes fornecedores:
• GIVAUDAN, considerada a melhor casa de fragrâncias do mundo.
• Nova linha de fragrâncias AMWAY desenvolvida pela GIVAUDAN.
• A GIVAUDAN é líder mundial na criação de aromas e fragrâncias.
• Possui 200 anos de experiência mundial e é uma das mais antigas e maiores casas de fragrâncias no mundo
• Vendas totais: 4 bilhões de dólares
• Empresa de avançada tecnologia, moderna e inovadora (por exemplo, Scent Treck – Método Natural de Captura de Odor)
• Método único e patenteado de captação de odor que respeita o meio ambiente. Uma espécie de estufa estabelecida ao longo da planta atrai o odor sem agredir a natureza. O odor é transferido para os frascos.
Os cientistas da Givaudan conseguem reconstituir o odor capturado da maneira mais precisa possível. Para capturar o odor de ambientes maiores,como o topo das florestas, são utilizados balões dirigíveis, balões maiores que podem ser colocados no topo da floresta para captação de odor e balões menores, em que 3 ou mais pesquisadores são levados até o topo de uma árvore para a captação de odor com auxílio de equipamentos específicos.
•SERAGINI, fornecedor de designer de embalagens que recebeu prêmios famosos em todo o mundo
• SERAGINI, agência de designs de embalagens que desenvolveu a tecnologia da imagem corporativa da marca Habitat® e criou Sutil Design®
• Desenvolve projetos de investigação que acompanha o desenho em toda a sua experiência operacional
• Identidade de marca
• Arquitetura comercial
• Sua trajetória, juntamente com a sua experiência, e constante busca por inovação, assegurou uma posição entre as primeiras empresas na concepção estratégica na América do Sul.
• RENATA ASHCAR, responsável pelo desenvolvimento das fragrâncias
• Consultora de marketing desde 1986
• Agente local do designer francês Pierre Dinand
• Criadora do museu Brasileiro de Perfumes
• Fonte local sobre perfumes para a imprensa brasileira
• Correspondente Internacional da Cosmetic News magazine
• Especialista em perfumes e fragrâncias
• Autora de diversos livros sobre perfumes e beleza

PARTES DA ESTRUTURA DA FRAGRÂNCIA

NOTAS SAÍDA: mais leve e fresca – voláteis. A primeira impressão. Elaborada para despertar o interesse do consumidor.
NOTAS DE CORPO: é a alma e a personalidade do perfume. Notas mais densas, é a identidade do perfume, logo que seca.
NOTAS DE FUNDO: são as últimas notas a serem percebidas, após 40 minutos. São as notas mais fortes que conferem a identidade final do perfume.
A Fixação:
• A fixação não é um elemento extra a ser adicionado na produção do perfume.
• A duração da fragrância depende da base das notas, constituída por ingredientes mais densos como as notas amadeiradas, resinas e outras moléculas com um peso maior.
• Outros fatores que também interfere na fixação é a cor da pele, pH da pele e alimentação.
• Outro fator importante é a memória olfativa, que não ultrapassa mais de duas horas.